autorais | organização | tese
Caminhos Cruzados
Inês Bogéa
CAMINHOS CRUZADOS – Teatro de Dança Galpão 1974-1981, LANÇAMENTO DAS EDIÇÕES SESC SÃO PAULO, ATESTA A IMPORTÂNCIA DO TEATRO GALPÃO NA HISTÓRIA DA DANÇA BRASILEIRA

No livro das Edições Sesc São Paulo, Inês Bogéa conta a história do espaço fundamental para a consolidação da dança contemporânea brasileira

“O Teatro de Dança Galpão, em São Paulo primeiro espaço dedicado à dança cênica com subsídios do governo – catalisou muitas pessoas e movimentos, caracterizando-se como um palco de liberdade e experimentação que agregou o melhor da inovação na área”.
Inês Bogéa
veja mais
Outros contos do balé
Inês Bogéa
Cosac & Naify, 2012
um giro por mais cinco espetáculos do balé clássico

Por trás das coreografias dançadas nos palcos pelas bailarinas e bailarinos existe muito a ser descoberto: cada personagem guarda desejos e mistérios, cada montagem traz um universo próprio – cenário, luz, figurinos, bailarinos. Além disso, transformar sonhos em movimento envolve o trabalho de muitas pessoas antes de se abrirem as cortinas. Após o bem-sucedido Contos do balé, a bailarina e diretora de dança Inês Bogéa conta agora, em Outros contos do balé, a história de mais cinco peças indispensáveis para qualquer companhia clássica, que ainda encantam os espectadores, e conduz o leitor pelos bastidores dos grandes espetáculos de dança.
veja mais
Contos do Balé
Inês Bogéa
Neste livro, a bailarina e crítica de dança Inês Bogéa apresenta cinco contos do balé clássico: A menina mal olhada, Giselle, Coppélia, O lago dos cisnes e Petrouchka. [...]
veja mais
Kazuo Ohno
Inês Bogéa
Este livro traz ao leitor mais de cem imagens inéditas de Kazuo Ohno, grande bailarino japonês nascido em 1906 e criador, com Tatsumi Hijikata, do estilo butô de dança, mundialmente admirado. As fotos foram feitas em São Paulo nos anos de 1986 e 1997 pelo fotógrafo Emidio Luisi e são complementadas por textos da crítica de dança Inês Bogéa, que contextualiza a trajetória deste mestre e a importância de suas apresentações no Brasil. [...]
veja mais
O Livro da Dança
Inês Bogéa, ilustração: Marcelo Cipis
A história da bailarina Inês Bogéa começa de ponta-cabeça. Quando era criança, ela ia e voltava da padaria fazendo estrelas, pontes, paradas de mão e outras estripulias que havia aprendido na ginástica olímpica. Parou com a ginástica e passou a jogar capoeira. Até que um dia seu pai via o balé O lago dos cisnes na TV, e ela ficou maravilhada - começou a fazer balé e logo na primeira aula decidiu que seria bailarina. [...]
veja mais